Empresa que não cumpriu a garantia estendida terá que indenizar cliente

O autor adquiriu uma smart tv em março de 2021, com garantia estendida até 2023 e em dezembro a televisão apresentou defeito. O consumidor entrou em contato com o atendimento ao cliente, o qual pediu cinco dias para resolver o problema, mas não voltaram a entrar em contato com o autor.

 

Para o Juiz Luís Gustavo Alcalde Pinto, da Vara Única de Xapuri/AC houve uma grave ofensa aos direitos do consumidor, já que uma fornecedora com grande representatividade no estado, deve providenciar a troca do produto de imediato, sem a necessidade de o cliente ingressar no Poder Judiciário, diante de inúmeras tentativas frustradas de contactar os responsáveis, para a resolução do problema.

 

Desta forma, a loja e a fabricante da smart tv deverão indenizar o autor em R$ 8 mil, à título de danos morais.

 

Processo: 0700135-77.2022.8.01.0007

 

Fonte: Migalhas

Como posso ajudar? Entre em contato.