Empregado que apresentou atestado e foi a praia tem justa causa mantida

O empregado se afastou do trabalho devido a dor nas costas, entretanto viajou para o litoral, no qual comemorou 15 anos de casados com a esposa. Para a 5ª Turma do TRT da 2ª Região a justa causa deve ser mantida, já que a conduta do empregado foi grave o bastante para a quebra de confiança da empresa.

 

O autor pedia a reversão da justa causa por improbidade e alegava perseguição, mas não a comprovou, como não contestou os prints do Facebook de sua viagem com a esposa.

 

Para a desembargadora Ana Cristina L. Petinati, “Não se sustenta a alegação de que a ré já tinha ciência da viagem, tampouco que a publicação no Facebook deu-se após o horário do expediente, pois o fato é que apresentou atestado médico que prescrevia afastamento do trabalho por um dia e, neste mesmo dia, foi viajar”.

 

Desta forma, foram negados todos os pedidos da ação, inclusive indenização por danos morais e com a justa causa o autor perdeu os direitos a aviso prévio, seguro-desemprego e FGTS.

 

Fonte: Migalhas

Como posso ajudar? Entre em contato.